Portuguese

Nossa faz tanto tempo que não escrevo, que fico até acanhado 🙂 Então antes de mais nada, feliz 2009 !!!! e para não enferrujar de todo vou aproveitar aqui para compartilhar o meu mais recente trabalho.

Estou programando uma opção de câmera tipo olho de peixe (FishEye) para a Blender Game Engine.

Inglês

Hello all! This is the first post of 2009, and I hope you like it.

I still wanna talk about my plans for this year, and bla, bla, bla. Not today though.

For today I will talk about Fisheye cameras in Blender Game Engine. (cool!)

Fish Eye option in Blender

Português

O trabalho é para a Société des arts Technologiques de Montreal, Canada. Eles tem um desses domos, como se fosse um planetário, e querem usá-lo para apresentações arquitetônicas interativas.

O legal é que isso me aproxima de mais uma de minhas paixões que é a astronomia. Eu amo céus estrelados, de roça e de cidadezinhas de interior.

Por conta disso, sou fã de carteirinha do Planetário do Rio. Se você tiver a oportunidade não perca a chance de fazer uma visita lá. Eles oferecem cursos a preços bem acessíveis. Eu recomendo, especialmente o de identificação de estrelas e o de astrofotografia, nota dez.

Imagina se um dia o planetário resolve usar o Blender pra mostrar apresentações interativas? sonhar não custa nada 🙂

Enfim para quem quiser ler mais sobre a parte técnica do assunto, eu recomendo o excelente site do professor australiano Paul Bourke. Ele tem um extensivo trabalho nesta área de projeção em domos, e está me dando uma super força nesta parte do código.

E se você tiver usando o windows, eu botei uns arquivos online que você pode dar uma olhada:

English

I’m doing this work for the Société des arts Technologiques of Montreal, Canada. They have a dome (an horizontal hemisphere) and they want to use it to display interactive Architecture Visualization.

This is the same technology used in Planetariums.Therefore this is a very special opportunity for me. I always loved stars, planets, nebulas. Indeed I even have a favorite nebula, the M43 in the Orion Constelation.

I can even say I have a good background on that. In the planetarium of Rio de Janeiro, they offer some very-accessible courses related to the stars. I’m glad I did the Identification of Stars and Constellations and AstroPhotography.

Well, all of this just to say that I would love to implement or see implemented this solution in a planetarium 🙂

So on, if you want to have a deep read in the technicall aspects of generating these images, prepare your bookmark. Paul Bourke a very nice Australian professor, has an extensive material online explaining his techniques and classicall methods. He is helping me a lot to understand his code, math and methods.

If you wanna try the current work in progress I made a build for windows:

Links:

Fisheye.zip [15MB] – o blender alterado versão pra windows
ProjHabPop.blend [4MB] – arquivo antigo (de 2007 :p) – para mudar a câmera aperte X ou Z
Matrix.blend [18MB] – outra cena de teste (generosamente cedida por Mike Pan).

Atualmente estou reescrevendo o código responsável pelo render dos frames. Com isto quero consertar o seguinte: I’m currently rewriting my whole renderpipeline. So there are some know non-supported features:
  • Multiple scenes (overlay, …)
  • Lighting and shadow
  • Multiple Viewport
  • non-fullscreen mode
  • World/sky color
E algumas outras funções que ainda quero implementar: And some features I still want to implement:
  • offset fisheye (globe 360º)
  • panquake mode 180º
  • panquake mode 360º
  • truncated fisheye
  • wrapped fisheye

Bônus

Tests ss15 gui Yo Frankie

É isso, não quis começar o ano com nenhum post muito técnico não, mas nada me impede de mais tarde voltar a escrever sobre este assunto.

Aproveitando a ocasião eu gostaria de deixar um obrigado especial para Amora, Camila e Michele. Por alguma mística razão, o Google mantém meu blog entre os primeiros quando se busca desenhos de moda.

Como eu gosto de vários assuntos (por mais que estilismo não seja um deles :p) eu fico mais do que contente de receber visitas tão diversas, e comentários tão carinhosos e construtivos como os que inesperadamente recebi delas.

Abraço a todos e a todas,

Dalai

(translation to that part: ‘Good bye, and thanks for all the fishes‘:)

8 Thoughts on “Fisheye em aplicações interativas, jogos e planetários com Blender

  1. Nossa muito legal cara. Imaginei isso talvez sendo usado como imagem HDR… Tem alguma ideia de implementar isso pra ser usado no render interno do Blender?

  2. Ola Amigo, é com prazer que leio seu blog!!

    Há pouco contruí um planetário móvel baseado no sistema criado pelo Paul Bourke, e estou a todo vapor aqui em SC.
    Diga , como posso implementar o uso do Blender pra aplicações em projeção fisheye(ou melhor dizendo Warped mirror) para usá-lo no meu humilde equipamento?

    Obrigado, e parabéns pelo trabalho!!
    José Carlos

  3. @Rodrigo,
    que legal que tenha gostado. Por enquanto a aplicação em real-time (game engine) é a prioridade. Mas é bem possível que eles queiram implementar no render interno também. Mas aí é outra história 🙂

    José Carlos,
    fico feliz de receber sua visita por aqui. Como eu disse, planetários são uma de minhas paixões, e vou ficar feliz de ver o Blender sendo usado neles.

    No que diz respeito à game engine, ainda não é possível utilizar warped fisheye. Entretanto, assim que eu terminar de implementar a fisheye normal, funcionando 100%, vou partir para a warped.
    Mas pelo menos por enquanto, será voltado à conteúdo interativo.

    Um abraço, e obrigado pelo comentário 🙂
    Dalai

  4. Sandro Gomes on January 23, 2009 at 10:01 am said:

    Dalai, ótimo trabalho.
    Trabalhei no Planetário do Rio, não sei se lá eles poderão usar o seu engine, mas se fizer o render pode ter certeza que será usado em vários outros planetários.

    Um grande abraço

    Sandro

  5. Pingback: Como usar a projeção em domos no Blender 3D 2.49? - Allan Brito

  6. Ola Dalai! Tenho visto teu nome por ai quando o assunto é Blender! Maravilha, mais um brasileiro honrando nossa terra em projetos tão importantes! Abraços amigo e sucesso!

  7. Até onde foi teu trabalho com projeção em domos? Gostaria de te contratar como consultor técnico se ainda estiveres trabalhando com o tema. Trabalho com planetários móveis em Brasília.

  8. Luís, continuo trabalhando com domos sim. Infelizmente não o tempo todo, mas aqui e lá estou ainda envolvido e desenvolvendo projetos relacionados.

    Resposta completa por email 😉

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post Navigation